Sindicato dos Ferroviários de São Paulo

Conquistas

Gestão Eluiz Alves de Matos


Desde que a atual diretoria assumiu o Sindicato, foram muitas as conquistas e inovações alcançadas. Uma administração voltada para o crescimento da entidade, pela melhoria das condições de trabalho e avanços nas negociações coletivas foi implementada por esta diretoria. O Sindicato cresceu em número de associados e melhorou sua estrutura.
Novos convênios foram fechados com intuito de beneficiar todos os associados e dependentes na área de educação, com desconto em colégios e faculdades, clínicas de várias especialidades, hospitais, óticas, laboratórios e espaço de lazer, etc.
A Colônia de Férias, na Praia Grande, passou por uma reforma geral, aumentando o número de vagas com a construção de mais três apartamentos, três churrasqueiras e estacionamento;  a manutenção da barraca de praia, em Santos, que recebe os ferroviários nos fins de semana e feriados. Aquisição do Clube de campo em Ribeirão Pires, que ganhou uma superestrutura, para ampliar as opções de lazer da família ferroviária.
Nas conquistas de direitos, atualização e manutenção de cláusulas históricas e avanços em muitas áreas em todas as empresas.

 

 

CPTM


Melhoria na jornada de trabalho e a implantação de rodízio no trabalho noturno; empréstimo bancário consignado; periculosidade para a tração; opção, em dezembro, por uma cesta especial de natal; plano de saúde e odontológico; seguro de vida em grupo; auxílio funeral; melhorias em locais de trabalho após denúncias feitas pelo Sindicato; implantação do Programa de Participação nos Resultados (PPR) e muitas vitórias em processos patrocinados pelo Sindicato em questões como horas extras devidas, desvio de função,etc. E mais: horas extras a 100%, adicional noturno a 50%, risco de vida de 15% para pessoal de segurança, jornada de 40 horas, aviso prévio de 60 dias, férias 2/3, auxílio materno-infantil e cesta básica e tíquete sem ônus para o empregado.

 


MRS


Aumento acima da inflação de 2004 a 2007, implantação do PPR com melhoria no valor do prêmio, indicadores e metas a cada negociação; no tíquete houve redução do valor pago pelo trabalhador, de 50%; plano de saúde (Bradesco Saúde) e plano odontológico; melhorias em locais de trabalho após trabalho de vistorias feito pelos diretores; aumento do valor do tíquete a cada negociação; cesta de natal; custeio de medicamentos para acidentados do trabalho e portadores de doenças profissionais; adicional de monitoria, adicional de monocondução e Plano de Previdência Privada.

 

 

Aposentados e Pensionistas e Valec

 

Durante o processo de liquidação da RFFSA, não tivemos reajustes, mas o Sindicato não ficou de braços cruzados e conquistou aumento para repor esse período, através de ação judicial. A partir de então temos conquistado a reposição salarial pelo maior índice de inflação. Como a nossa data-base é maio e muitas vezes as negociações se estendem por vários meses; sempre ficam valores atrasados a serem aplicados no salário, aposentadorias e pensões. O Sindicato tem conseguido que esses atrasados sejam pagos em uma única parcela e em menor tempo.
Muitos processos de aposentados e pensionistas, patrocinados pelo Sindicato, há anos na justiça têm sido cobrados pelo departamento jurídico; alguns já encontram em fase de cálculo outros em segunda instância.
 




.
Endereço da Sede: Praça Alfredo Issa, 48, 19º e 20º andares, Santa Efigênia, São Paulo - SP Telefone: (11) 3328-6088

Sindicato dos Trabalhadores em empresas Ferroviárias de São Paulo - Desenvolvido por André Martins