CPTM RFSA mrs refer

Sindicato dos Ferroviários de São Paulo

Coluna do Diretor

A nova diretoria do Sindicato dos Ferroviários chega cheia de garra, unindo experiência e inovação.

 O Sindicato dos Ferroviários faz uma reforma na composição de sua Diretoria para enfrentar os desafios futuros das causas sindicais em defesa dos direitos dos trabalhadores. Daqui para frente, a tarefa do nosso sindicato será ampliar o trabalho que já vem fazendo, de unir os trabalhadores para revigorar a entidade sindical e não deixar nossas conquistas vazarem pelos vãos dos dedos. Muitos têm dito que os Sindicatos terão que se “reinventar” (essa é a palavra de ordem). Com a reforma trabalhista ocorrida em 2017, fica para o movimento sindical a necessidade de romper definitivamente com paradigmas antigos e se reinventarem realmente.
Muitos trabalhadores ainda não perceberam que o governo busca enfraquecer o movimento sindical e com isso tirar direitos que foram conquistados com muita luta. É inadmissível que a fatura provocada pela corrupção seja paga pelos trabalhadores, que os desvios e a falta de gestão no INSS também sejam cobrados do trabalhador.
As receitas obrigatórias que sustentavam o movimento sindical já foram tiradas; muitos sindicatos vão desaparecer porque não terem como sustentar suas ações. Os apoiadores da reforma sindical afirmam que o movimento sindical deverá se financiar com a prestação de serviços assistenciais, médicos, jurídicos e de lazer, entre outros. Por isso que eu afirmo: a intenção é quebrar o movimento sindical e com isso o trabalhador fica fadado à derrota.
Os sindicatos são uma criação histórica dos trabalhadores em resposta à exploração do trabalho realizada pela organização da produção capitalista. O sindicato é o porta voz do trabalhador e serve para reunir e mobilizar os trabalhadores na luta pela parte que lhes cabe da produção, o que se expressa em melhores salários e benefícios, em condições de trabalho adequadas, em saúde e segurança, em bem-estar e qualidade de vida.
Só há uma forma de o trabalhador não perder suas conquistas: participar maciçamente do movimento sindical!


Autor: Adilson Alcântara

Colunas anteriores


Adilson Alcântara

Ivete

Acordo Coletivo de Trabalho

Dia 24 de janeiro, dia do aposentado

Fator Previdenciário. Quanto isto já tirou do trabalhador?

Dia 30 de abril

20 DE OUTUBRO

Orgulho de ser ferroviário! Orgulho de estar à frente do Sindicato que comemora 83 anos!

Está terminando mais um ano. Acabou 2015!

A caminho de mais uma vitória

A importância do trabalhador para o fortalecimento do sindicato e conquistas no acordo coletivo.

Novos desafios para a classe trabalhadora

.
Endereço da Sede: Praça Alfredo Issa, 48, 19º e 20º andares, Santa Efigênia, São Paulo - SP Telefone: (11) 3328-6088

© Sindicato dos Trabalhadores em empresas Ferroviárias de São Paulo - Desenvolvido por André Martins